• Home
  • Tendão de Aquiles

Tendão de Aquiles

Tendão de Aquiles

O Tendão Calcâneo, popularmente conhecido como Tendão de Aquiles é o maior e mais forte Tendão do corpo. Ele conecta os músculos da panturrilha ao osso do calcanhar e tem papel importante não apenas na marcha, no salto e na corrida como também na postura.

Embora o Tendão de Aquiles possa suportar grandes tensões, ele também é vulnerável a lesões. A Tendinite do Aquiles ou Tendinopatia do Aquiles é a inflamação do Tendão de Aquiles ou do seu revestimento.

O Tendão de Aquiles inflamado provoca dor que pode variar de moderada a forte na região do Aquiles. A tendinite do Aquiles é o principal problema que afeta este tendão. No entanto, em alguns casos, podem surgir algumas complicações e dificultar a reabilitação. A Tendinite Crónica ou Tendinites de repetição são um fator de risco para as roturas do tendão. Uma rotura do tendão é uma lesão mais grave quando comparada com uma inflamação.

Alguns fatores de risco para a Tendinite de Aquiles são:

· Alteração brusca das rotinas de treino;

· Alterações da posição do pé;

· Caminhar frequentemente em pontas dos pés;

· Correr em locais com pisos irregulares, como nas montanhas;

· Diabetes;

· Esforço sem hábito de treino

· Excesso de treino;

· Hipertensão arterial;

· Mudança repentina na superfície do treino;

· Presença de esporões ósseos;

· Usar calçado inadequado com pouco apoio;

· Uso de antibióticos como as fluoroquinolonas;

Tratamento

Na maioria dos casos, as opções de tratamento médico permitem reduzir a inflamação e o alívio da dor, embora possa demorar alguns meses para que os sintomas diminuam e a recuperação seja completa. Mesmo com tratamento precoce, a dor pode durar mais de três meses.

Na tendinite do Aquiles, o tratamento, normalmente, instituído é o seguinte:

Descanso – O primeiro passo para a redução da dor é a diminuição ou mesmo a interrupção das atividades que agravam a dor. Se pratica regularmente exercícios de elevado impacto com o solo, deve cessar ou restringir a atividade física.

Gelo – fazer a aplicação de gelo na área mais dolorosa do Tendão de Aquiles é bastante útil para reduzir a inflamação e aliviar a dor. Pode aplicar gelo durante 15 minutos seguidos. Deve interromper ao fim de 15 minutos para evitar queimaduras na pele.

Medicação anti-inflamatória – os medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides reduzem a dor e o edema. Estes medicamentos, por norma, são prescritos em comprimidos ou na forma tópica, para a aplicação de pomada na região afetada.

Fisioterapia – a Fisioterapia pode ser bastante útil no tratamento da Tendinite de Aquiles. O médico deve instituir um programa de reabilitação individualizado de acordo com as queixas e particularidades do doente. Está provado que o tratamento fisioterapêutico funciona melhor na tendinite não insercional do que na tendinite insercional.

Exercícios de alongamento – o doente pode realizar alguns exercícios de reabilitação. O seguinte exercício pode ajudar a fortalecer os músculos dos gémeos e a reduzir o estresse no Tendão de Aquiles.

Calçado de apoio e ortóteses – a dor da Tendinite de Aquiles insercional é frequentemente melhorada pelo uso de sapatos adequados, bem como dispositivos ortopédicos.